Exposição coletiva no Centro Cultural UFMG explora discussão do espaço na representação gráfica

Texto: Assessoria de Imprensa da UFMG

O Centro Cultural UFMG realiza na sexta-feira, 9 de agosto, a abertura da  exposição coletiva Entre Espaço, das alunas da Escola de Belas Artes Marina Moreira e Luiza Poeiras. O evento acontece às 19h, na Sala Ana Horta. A mostra explora a conexão entre os trabalhos das artistas, com foco na discussão do espaço na representação gráfica, utilizando da gravura em metal e seus desdobramentos em linha e mancha. As obras poderão ser vistas até o 6 de outubro, das 10h às 21h de terça a sexta-feira e das 10h às 18h nos finais de semana. Entrada gratuita.

A série apresentada pela artista Marina Moreira é resultado dos últimos anos de estudo voltados para a geometria abstrata. Essa pesquisa se inicia nos cubos feitos em incisão direta e aquatinta, que investigam a massa e a variação tonal adquirida na gravação, tendo a linha apenas como elemento delimitador de espaço. Avançando na pesquisa, a linha passou a ser elemento principal e a massa densa, antes adquirida por meio da aquatinta, agora é explorada no emaranhar das incisões e na sobreposição das impressões.

Em Tecer Espaço Luiza Poeiras pesquisa a linha como forma de se relacionar com o espaço e busca tensionar, por meio de sua representação gráfica e da disposição espacial do trabalho, a linha como objeto de representação e a linha como ferramenta de diálogo com o espaço: “linha que incide, fere, cava; linha circuito, caminho, conexão”, diz a artista. Neste trabalho, aproximadamente 300 impressões de gravura em metal se dispõem em uma parede de nove metros em uma composição que conecta as imagens através de suas estruturas lineares. Em suas diversas qualidades, permitidas por processos diretos e indiretos de gravação no cobre – ponta seca e verniz mole – a linha vagueia entre fragmentos que remetem a lugares vazios e composições abstratas.

A exposição abarca os vínculos poéticos de cada artista através da linha e seus desdobramentos enquanto representação e manifestação tridimensional e, ao mesmo tempo, a individualidade dos caminhos encontrados nas pesquisas.

As artistas
Luiza Poeiras trabalha com a imagem utilizando meios como a gravura, o desenho, a fotografia e o vídeo, e tem como força motriz de sua pesquisa o pensamento sobre o espaço e os diálogos e relações possíveis de se tecer nele. Está no 8º período de Graduação em Artes Visuais da UFMG e já participou de diversas exposições coletivas na cidade como Panorama da Gravura e Farofa Gráfica.

A artista Marina Moreira teve seu primeiro contato com a gravura já dentro da Universidade. Encantada pelas técnicas, fez sua primeira exposição coletiva em 2017, Deriva X, apresentando um compilado de obras incluindo xilogravura, serigrafia e gravura em metal. A partir disso, foca sua produção no estudo específico da geometria abstrata, utilizando a gravura em metal como principal meio. Cursando Artes Visuais na Escola de Belas Artes da UFMG, já participou de outras exposições como Estado da Arte no Ofício e Panorama da Gravura.

Conheça mais a produção das artistas em:
https://www.behance.net/MarinaMoreira
https://www.luizapoeiras.com.br/   

Serviço:
Exposição Entre Espaço
Abertura: 9 de agosto | 19h
Visitação: até 6 de outubro
Terças a sextas-feiras das 10h às 21h
Sábados e domingos das 10h às 18h
Sala Ana Horta
Entrada gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *